cidade

Sindicato dos Médicos se posiciona contrário a realização do Carnaval 2022

A possibilidade de aumento nos números de Covid-19 seria o motivo

Em meio à polêmica sobre a realização do Carnaval 2022, o Sindicato dos Médicos da Bahia emitiu uma nota se mostrando contrário a realização do evento no próximo ano, por conta da possibilidade de aumento nos casos da Covid-19.

No último domingo (21), um grupo de trabalhadores ligados ao entretenimento realizou uma manifestação pró-carnaval em 2022. A decisão ainda não foi tomada pelo governador Rui Costa (PT) e pelo prefeito Bruno Reis (DEM), que devem se reunir ainda nesta semana.

Confira trecho da nota:

“Nos últimos dois anos, infelizmente, todos perderam muitas pessoas próximas. A classe amargou a morte de muitos colegas profissionais e médicos com comorbidades continuam mantidos na linha de frente da Covid-19.

O nível de propagação da doença voltou a crescer em países da Europa. Isso ainda pode ocorrer no Brasil. O Sindimed considera que a realização do Carnaval contribuiria para agravar a situação de transmissão e assim o cenário voltaria a piorar dramaticamente na Bahia.

Um outro fato que preocupa a categoria é que, havendo um novo avanço da Covid, poderá voltar a ocorrer o retardo verificado anteriormente, durante a pandemia, nos diversos tratamentos de pacientes com doenças crônicas tais como diabetes, hipertensão, obesidade e câncer”.

Credito varela Net

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.