Bahia

Prováveis adversários na disputa pelo Senado, Nilo quer questionar ‘lulismo’ de Rui em campanha

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) disse a interlocutores que pretende questionar, na campanha eleitoral, a imagem de que o governador Rui Costa (PT) é uma “figura lulista”, isto é, um defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As informações foram publicadas hoje (4) pelo jornal Tribuna da Bahia.

 

Nilo e Rui devem se enfrentar na disputa por uma cadeira no Senado Federal. Segundo apurou a Tribuna, entre outras estratégias eleitorais, Nilo quer lembrar ao eleitorado que Rui chegou a dizer que as alianças do PT não deveriam ser condicionadas ao “Lula Livre”.

 

Em setembro de 2019, o governador declarou em entrevista à revista Veja: “Não [acho que o PT deve exigir a defesa do “Lula livre” para formar alianças], não acho que esse é o ponto que deve ser usado pelo PT para condicionar qualquer diálogo com as oposições para formar uma frente”, disse ele na época.

 

O petista baiano ressaltou, todavia, que o PT não deveria abrir mão dessa bandeira. “Hoje mais do que nunca está claro que Lula não teve direito a um julgamento justo. A condenação no caso do tríplex é uma aberração gigantesca”, declarou.

 

A declaração de Rui, entretanto, gerou uma revolta nacional de petistas. Eles reagiram à fala do governador. Florisvaldo Raimundo, membro do Diretório Nacional do PT, disse que o governador “errou feio” na entrevista. Presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann afirmou que a liberdade de Lula interessava não só ao PT, mas a toda a esquerda.  Na época da declaração do governador, o ex-presidente ainda cumpria pena em uma cela especial da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

 

Ainda conforme o impresso, Nilo tem lembrado de outro episódio em que, segundo ele, Rui mostrou “não ser lulista”. Em janeiro de 2017, Lula desembarcou em Salvador para participar de um evento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, no Parque de Exposições. O governador não esteve presente no ato.

 

Depois de uma repercussão negativa, Rui foi até o aeroporto e se encontrou com o ex-presidente. Ele compartilhou uma foto com Lula nas redes sociais e disse: “Não tive como ir ao encontro do MST por conta da entrega das ambulâncias. Mas não poderia deixar de dizer a ele que a Bahia continua sendo prova de que a mudança é possível”.

 

Aos aliados, Nilo tem dito que o governador só se reaproximou de Lula porque o ex-presidente “voltou a ter a força política”. Possível adversário de Rui Costa nas eleições, Marcelo Nilo deve migrar nos próximos dias para um partido da base do ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (União Brasil) para ser candidato a senador. Ele tem dito que será um “sonho” disputar o Senado contra o governador. ”

 

Pessoalmente, eu preferia disputar com o governador Rui Costa. Por quê? Porque Rui Costa conhece a Bahia. Foi governador por oito anos, e modéstia à parte, eu também conheço”, declarou o socialista, em entrevista à rádio Metrópole.

Crédito política livre

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.