Salvador

Com ameaça de existência de bombas nos locais, alunos de duas escolas são liberados em Salvador

Alunos de duas instituições de ensino do bairro da Boca do Rio, em Salvador, as escolas municipais Luiza Mahim e a Metodista Susana Wesley, estão sendo liberados mais cedo, na manhã desta terça-feira (4/10), por conta de uma ameaça de existência de bomba, nos dois locais.

 

A informação sobre a presença de supostos explosivos nas escolas foi publicada em rede social. Em uma das postagens, o autor publicou: “Vai morrer todo mundo […] porteiro já vai logo morrer”. Apesar de a explosão ter sido anunciada para o próximo dia 10 de outubro, a mensagem gerou pânico por antecipação.

 

Equipes do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) estiveram no local para a eventual necessidade de desarmamento de artefatos explosivos.

 

Credito Aratu online

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.