Politica

Capitão Alden terá que explicar acusação milionária contra colegas no Conselho de Ética da Alba

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira (9) a convocação do deputado Capitão Alden (PSL) para prestar esclarecimentos no âmbito da representação por quebra de decoro da qual é alvo por acusar colegas da oposição de receber R$ 1,6 milhão, em pagamentos mensais, da Prefeitura de Salvador. O depoimento do deputado foi marcado para o dia 8 de julho.

Alden poderá optar por depor de forma presencial ou virtual, e a reunião do conselho desse dia deverá ser transmitida pela TV Assembleia.

O requerimento da convocação do parlamentar bolsonarista foi apresentado pelo relator do processo, deputado Luciano Simões Filho (DEM) e aprovado por unanimidade na reunião do colegiado, realizada de forma virtual, pela manhã. O encontro foi conduzido pelo presidente do conselho, deputado Marquinhos Viana (PSB).

O pedido de abertura de processo no Conselho de Ética foi feito no dia 27 de abril. Na representação, os 11 parlamentares da oposição que assinaram o requerimento argumentam que Capitão Alden, “de forma leviana e irresponsável”, atribui possíveis condutas criminosas aos seus pares e companheiros de bancada.

À época da acusação, Alden se disse “injustiçado” e “mal interpretado” pelos demais deputados. O prefeito Bruno Reis (DEM), por sua vez, lamentou as declarações e negou a acusação. A s informações são do Metro1.

 

LEIA MAIS;

Prefeitura inicia vacinação de pessoas com 52 anos nesta quinta (10)

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.