Bahia

Se ligue: número do Disque Denúncia da SSP passa a ser o 181 em toda a Bahia; confira a alteração

O Disque Denúncia da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que funciona no Estado, há 16 anos, auxiliando nas investigações e localização de criminosos, ganhou um novo endereço. A partir desta quarta-feira (9/6) o tradicional 3235-0000 passa a atender a população por meio do 181.

A mudança permite que os interessados façam chamadas de celular, de forma gratuita. A ação também padroniza o número, conhecido em todo o Brasil como o principal canal de comunicação anônima entre a polícia e a população.

“É uma padronização necessária, porque vai permitir que pessoas que não tinham condições de custear uma ligação normal possam contribuir com a segurança da sua rua, do seu bairro, ajudando a polícia a fazer o seu trabalho”, afirmou o secretário da SSP, Ricardo Mandarino.

O setor recebe as informações fornecidas pela população de forma anônima e repassa às unidades policiais para auxiliar na elucidação de crimes, bem como para orientar a distribuição das equipes ostensivas nos locais conflagrados apontados pelos denunciantes.

“Essa parceria com a população é responsável pela elucidação de centenas de crimes ao longo dos últimos anos. A mudança para 181 vai permitir que mais colaborem com as equipes. A garantia do anonimato continua mantida”, destacou o superintendente da Inteligência da SSP, delegado Ivo Tourinho.

BARALHO DO CRIME

O 181 também passa a concentrar o recebimento de informações sobre os criminosos mais procurados. Caso reconheça alguma das 52 cartas do Baralho do Crime disponível no site do Disque, a recomendação da SSP é que o cidadão denuncie, gratuitamente, de qualquer lugar do estado, discando apenas os três números.

DENUNCIAS ONLINE

Outra forma de enviar informações para a polícia sem precisar se identificar é o Portal do Disque Denúncia, através do ícone “Denuncie Aqui”. Além de relatar crimes ou localização de procurados, o espaço online também permite o envio de áudios e de imagens sobre situações suspeitas.

 

Fonte: Aratu On

LEIA MAIS;

Capitão Alden terá que explicar acusação milionária contra colegas no Conselho de Ética da Alba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.