União Notícias

“Vão ter de arcar com o preço de determinar minha prisão”, diz Lula após STJ negar habeas corpus

O ex-presidente mantém o discurso de que o processo transcorre centrado em uma perseguição e sem provas legais, o que pode transformá-lo em "preso político"

O ex-presidente Lula (PT) classificou o julgamento que negou o habeas corpus preventivo, no Superior Tribunal de Justiça, de “encenação”. Segundo ele, condenação o tornaria “um preso político”.

“Terão de arcar com a responsabilidade de ter a pessoa que foi o melhor presidente do Brasil, a pessoa que lidera todas as pesquisas de opinião pública, qualquer uma, que seja feita por inimigo ou amigo, vão ter de arcar com o preço de determinar minha prisão”, disse em vídeo publicado nesta terça-feira, 6.

Ontem, o STJ negou, por unanimidade, a concessão do pedido que poderia impedir que o ex-presidente fosse preso, no âmbito da Operação Lava Jato.

Agora, a decisão está nas mãos do Supremo Tribunal Federal (STF). Caso o Supremo também negue, Lula poderá ser preso após julgamento dos embargos no Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4).

O ex-presidente mantém o discurso de que o processo transcorre centrado em uma perseguição política e sem provas legais. “Porque se não provarem um real, um dólar na minha conta que não seja meu, terei de ser considerado preso político”, afirmou.

Fonte Povo Online

Foto Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close