Brasil

Temendo paralisação dos caminhoneiros, ministério da Infraestrutura suspende nova tabela do frete

O Ministério da Infraestrutura pediu nesta segunda-feira (22), a suspensão das novas regras para o frete mínimo rodoviário à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Na última quinta-feira (18), a medida publicada em resolução pela agência e que entrou em vigor desde sábado, desagradou os caminhoneiros. Desde então, grupos articulam atos para protestar contra a decisão.

O ministro Tarcísio Freitas deve se reunir com lideranças de grupos de caminhoneiros para negociar uma nova tabela de frete. A fixação do frete mínimo foi reivindicada durante a greve dos caminhoneiros do ano passado. A paralisação, inclusive, gerou um prejuízo de R$ 60 bilhões.

A resolução da ANTT que entrou em vigor considerava o método utilizado apenas a quilometragem percorrida. Agora, fatores como o tempo de carga e descarga, custo com depreciação do caminhão, entre outros, também entrarão no cálculo. A nova tabela foi criada em conjunto com o Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial, ligado à Universidade de São Paulo (USP).

As informações são do Radar Bahia

LEIA MAIS;

Trabalhadores da Embasa farão greve nesta terça-feira (23)

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios