Politica

Suíca rebate Aleluia e diz que é livre a manifestação de apoio; “Comemorar censura é o cúmulo do absurdo”

Vereador considerou o caso como mais um episódio de censura imposto pelo governo federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), rebateu as declarações de Alexandre Aleluia (UB) que comemorou decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra manifestações espontâneas de artistas em festival internacional de música em São Paulo, o Lollapalooza 2022. Neste domingo (27), após ler a fala do edil, Suíca considerou o caso como mais um episódio de censura imposto pelo governo federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

“Bolsonaro não aguenta um aperto que corre para judicializar o que sempre vai perder. A opinião pública está de olho. Aleluia ignora atos muito mais enfáticos que uma bandeira de Lula no palco de shows. O TSE, por exemplo, permitiu que Magno Malta pedisse voto para o presidente em evento oficial do governo, mas artistas protestando contra Bolsonaro é campanha antecipada? Isso é evidente que é censura. É o cúmulo do absurdo um representante do povo celebrar censura. Deveria ter vergonha. Deixa o povo escolher seu presidente!”, dispara Suíca.

 

O vereador petista também lembrou do encontro nacional do PL com Fernando Collor de Melo, general Augusto Heleno, Valdemar Costa Neto e Bolsonaro, em Brasília, neste domingo. “É a nova política com as mesmas caras agourentas de antes. Tudo de ruim representado na política está do lado de Bolsonaro. É preciso ficar de olho nas eleições deste ano para não cometermos os mesmos erros de outrora”, reforça Suíca.

 

Ele ainda alerta aos jovens baianos que estão com 16 anos ou farão até aniversário até outubro para que tirem o título de eleitor. “Serão fundamentais para tirar Bolsonaro e sua trupe de corruptos do governo. O único nome para vencer essa batalha é o de Lula, por isso esse desespero dos ‘bolsominions””, completa

 

Crédito muita informação

 

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.