Politica

Prometeram tudo, entregaram nada: candidatos na Bahia que frustraram nas urnas

Apesar da notoriedade, personalidades baianas não conseguiram votos suficientes da população baiana

 

O ex-secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas; o ex-comandante da PM, Anselmo Brandão; e o ex-presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, foram derrotados nas eleições deste ano. Candidatos à Câmara dos Deputados, eles contrariaram as expectativas e não conseguiram votos suficientes da população baiana.

 

Médico e ex-secretário da saúde da Bahia por sete anos, Fábio Vilas-Boas (MDB) obteve 35.351 votos na disputa eleitoral. Enquanto isso, o ex-comandante geral da Polícia Militar (PM), o coronel Anselmo Brandão (UNIÃO), teve ainda menos votos: 10.683.

 

Já o ex-presidente do Esporte Clube Bahia, Marcelo Guimarães Filho (UNIÃO), teve o apoio de 55.995 eleitores. O time é o segundo favorito dos baianos, segundo uma pesquisa recente do Datafolha. O clube só fica atrás do Flamengo no estado.

 

Apesar da notoriedade, o resultado dos três nas urnas não foi suficiente para conseguir uma cadeira na Câmara.

 

Outras personalidades como o vereador e empresário Alexandre Aleluia (PL) e o ex-secretário e capitão da PM, André Porciuncula, também não se elegeram para o Congresso Federal. Eles tiveram, respectivamente, 50.207 e 82.693 votos. Foi o mesmo caso do economista Benito Gama (Progressistas), que recebeu 5.261 votos.

 

No âmbito estadual, o coronel da PM Humberto Sturaro (PL) surpreendeu com o resultado nas eleições. Com 16.305 votos, o candidato não conseguiu uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

 

Credito metrô1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.