Comunidade

Presidente da Associação de Blocos Circuito Mestre Bimba ataca mudança imposta pela Prefeitura “Não aceitaremos”

Veneto Grill
O presidente da Associação de Blocos Circuito Mestre Bimba, Eudes Oliveira, se fez presente na última quinta-feira (06), na reunião realizada na sede da 40ª Companhia Independente de Polícia Militar do Nordeste de Amaralina, juntamente com as lideranças da comunidade, bem como presidente de associação de blocos e preposto da PM, Major Valdino Sacramento, acompanhado do subcomandante, Capitão Bonfim.
Em entrevista cedida ao portal UNIÃO NOTÍCIAS, Eudes Oliveira avaliou a reunião como sendo importante, porém entende que as reivindicações, na sua maioria, não foram atendidas. Algumas delas como o cumprimento do TAC e o equipamento de segurança do final de linha do Nordeste, que irá atrapalhar o retorno dos trios elétricos. Além disso, o mesmo diz se sentir  surpreso, com a notícia que a prefeitura de Salvador mesmo tendo oficializado o Carnaval do Nordeste de Amaralina, como o quarto circuito de carnaval da cidade, insiste em descumprir o TAC.
Ainda em entrevista, o presidente disse que repudia a medida determinada pela prefeitura de Salvador. “Não aceitaremos mudanças impostas sem qualquer consulta ou negociação e nem medidas da mudança do horário que prejudiquem centenas de moradores e visitantes que participam do nosso carnaval apenas para brincar, cantar e se divertir de forma saudável”, afirma.
Eudes recomendou ao prefeito ACM Neto que pesquise na imprensa para ver que o Carnaval do Nordeste de Amaralina jamais causou algum transtorno a cidade. “Muito pelo contrário. O Carnaval do Nordeste atrai turista, aquece a economia do bairro e faz parte dos Circuitos Oficiais do Carnaval de Salvador”, completou
O presidente também criticou o fato de a prefeitura não ter procurado diretamente os dirigentes das associações de blocos e ter tomado uma medida “distante e autoritária”. Segundo ele, o diálogo faz parte da democracia, do mesmo modo que os entes envolvidos podem mudar de opinião. “Isso é natural da vida. Agora, impor uma solução para terceiros é profundamente injusto e antidemocrático”. Ele disse que não houve nenhuma consulta da prefeitura. “Não houve nenhuma tentativa de diálogo.  A gente só ficou sabendo na reunião com o comando da PM, que explicou que está cumprindo ordens do comando geral da Policia Militar, ordens essas que afeta literalmente o funcionamento da festa. O carnaval do Nordeste é oficial, o horário é o mesmo dos outros circuitos, não até 2h, como determinou a prefeitura”.

LEIA MAIS;

Bahia e Vitória medem forças pela Copa do Nordeste neste sábado (8)

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.