ComunidadePolitica

Possível fechamento do Posto de Saúde da Santa Cruz preocupa vereadores

O possível fechamento da Unidade de Saúde Osvaldo Caldas Campos, localizado, na rua Doutor Armando Colavolpe, bairro da Santa Cruz, preocupou os vereadores Cláudio Tinoco (DEM) e o vereador Luiz Carlos Suíca (PT). O assunto foi abordado em tribuna da casa legislativa de Salvador.

Na sessão desta quarta-feira (12), o Vereador Claudio Tinoco defendeu a reabertura do Posto de Saúde da Santa Cruz. “Reconheço o trauma vivido pelos servidores que foram feitos reféns, nesta semana, mas o espírito público e o compromisso com a população devem servir de superação para a reabertura da Unidade e a retomada dos serviços de saúde”, disse Tinoco.

O vereador explicou que o prefeito ACM Neto, tem investido muito nas unidades de saúde da região do Nordeste de Amaralina. Ainda, Tinoco deixou claro que o prefeito, saberá conduzir as providências necessárias para a manutenção adequada dos serviços de saúde para a comunidade da Santa Cruz.

Já o  vereador e ouvidor da câmara municipal, Luiz Carlos Suíca (PT) destacou a força da população da Santa Cruz. “Se a população não quiser que o Posto feche o prefeito não vai poder fechar”.

“A Prefeitura fala em estudo e ainda não teria decidido sobre o fechamento da unidade, mas vamos nos antecipar e, caso essa determinação vingue, pediremos a revogação da mesma”, finaliza Suíca.

Em nota oficial, a Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Saúde, disse que o Centro de Saúde Santa Cruz passa por uma organização e ainda não há previsão de quando voltará a funcionar. Ou seja, as atividades na unidade estão suspensas temporariamente. A partir de segunda-feira (17), os pacientes que eram assistidos no local serão atendidos na Unidade de Saúde da Família (USF) Clementino Fraga (antigo 5º Centro), nos Barris, que terá equipes reforçadas para garantir a ampliação da assistência.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) também está prestando todo suporte psicológico aos servidores vítimas do episódio. A gestão já iniciou a relocação desses profissionais para outros postos da região e disponibilizou a facilitação da licença prêmio aos colaboradores que se enquadram nos critérios exigidos para obter o benefício.

Redação União Notícias

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios