Politica

Lídice diz que comissão deve votar PEC do servidor público nesta terça (14): ‘Serei contra a proposta’

A deputada federal Lídice da Matta (PSB-BA) afirmou nesta terça-feira (13), em entrevista ao programa Sete em Ponto, da Rádio Metrópole, que a Comissão de Trabalho e Administração Pública da Câmara votará na quarta (14) a PEC 32, que altera regras do servidor público e está dentro do pacote da Reforma Administrativa apresentada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Crítica da proposta, a parlamentar declarou voto contra.

“Amanhã há previsão de que votaremos na Comissão de Trabalho e Administração Pública a PEC 32, que é muito ruim para o sistema público brasileiro e para os servidores. [A proposta] expressa a posição do governo sobre o serviço público, colocando em jogo um projeto que permite cortes do orçamento de órgãos públicos, fim de férias por mais de 30 dias para o servidor, fim dos adicionais por tempo de serviço, fim da aposentadoria compulsória como punição do mau servidor, entre outros. Essa PEC acaba com a estabilidade do emprego, que é um direito do servidor. Eu votarei contra”, declarou a deputada.

Leia também: Manifestação de servidores públicos causa congestionamento no Centro de Salvador

Lídice também comentou a possibilidade de uma terceira via para o embate das eleições de 2022, junto ao atual presidente Jair Bolsonaro e ao ex-presidente Lula.

“Na política não existe artificialidade, é preciso ter uma naturalidade própria da política. O confronto existe e existirá sempre entre duas forças. No Brasil está se inventando uma história de que não há confronto na política. Há confronto. O que não podemos aceitar são posições extremistas. É preciso haver confronto de ideias que respeite ambos os candidatos. Se houver espaço para uma terceira via, ela surgirá normalmente, não construindo uma narrativa artificial para impedir que duas ideias entrem em confronto”, concluiu.

Credito bocão News

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.