Comunidade

Greve dos caminhoneiros causa falta de abastecimento de alimentos, bebidas e o gás de cozinha no bairro da Santa Cruz

Paralisação é contra aumento no valor do diesel e fecha estradas em todo o país pelo 8º dia consecutivo.

A greve de caminhoneiros contra aumento no valor do diesel, que fecha estradas em todo o país pelo 8º dia consecutivo, nesta segunda-feira (28), causa falta de abastecimento de alimentos e bebidas no bairro da Santa Cruz, em Salvador. Também foi recomendado que a população economize água durante a paralisação, por conta da falta de produtos usados no tratamento da água.

 

Reflexos da paralisação no Bairro da Santa Cruz:

Alimentos e Bebidas

Segundo os vendedores do local, os produtos pararam de chegar desde a quarta-feira (16) e, nesta segunda, a situação ficou pior. Os produtos como: banana da prata, ovos, cebola, tomate, verduras e frutas. Até os açougues, também estão com estoques de carnes muito baixo e fecharam as portas.

Foto/União Notícias

Os comerciantes da Santa Cruz, alguns já fecharam as portas dos estabelecimentos e dizem que a situação deve piorar ao longo desta semana. No local, faltam bebidas como: refrigerante, cerveja e água mineral de garrafa. a farinha de trigo que faz o pão também estão prestes a acabar.

Foto/União Notícias

Gás de Cozinha

De acordo com o morador, Antonio Leite, todos as distribuidoras da comunidade estão sem o gás de cozinha para abastecimento dos restaurantes e as residências. Apesar do prejuízo, ele defendeu a manifestação dos caminhoneiros e reclamou dos aumentos sucessivos do botijão de gás de cozinha.

“Nós entendemos o protesto dos caminhoneiros em relação a esses aumentos de combustível. Na verdade, nós apoiamos o movimento, porque entendemos que nós não temos mais o que fazer diante de tanta corrupção neste pais”, disse o morador.

“A 10 anos que eu tenho o meu ponto comercial aqui no bairro, mas nunca chegamos nesta situação caótica. As notas estão chegando, funcionário para  paga, como vamos cumprir com nossos compromissos, sem vender nada, desse jeito fica difícil”, reclamou o comerciante Raimundo.

 

Redação União Notícias

Fotos/União Noticias

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios