Justiça

Falso líder religioso é preso acusado de estuprar ao menos 30 adolescentes

Os crimes ocorriam em um terreiro de candomblé no município de Barra, interior da Bahia

Um homem, que se passava por líder religioso, no município de Barra, foi preso nesta terça-feira (24), suspeito de estupro mediante fraude contra ao menos 30 adolescentes de 12 a 18 anos. Ele teve o mandado de prisão cumprido por policiais da Delegacia Territorial daquele município, situado na região oeste do estado.

“O homem se utilizava da prática espiritual, passando-se por pai de santo, utilizando nomes de entidades para realização dos abusos sexuais nas vítimas. Para manter as meninas presas à rotina, o suposto líder espiritual dizia que realizava esses trabalhos para que elas evoluíssem espiritualmente”, disse o titular da DT/Barra, delegado Jenivaldo Rodrigues.

Ainda segundo o delegado, as adolescentes eram atendidas individualmente dentro de um quarto, onde tinham seus olhos vendados e tinham que tirar peças de roupas para ficar nuas, por determinação dele. “Conforme investigamos, os crimes ocorrem há cerca de quatro anos e mais de 30 vítimas sofreram os abusos. Solicitamos que quem frequentava o local procure a DT para realizar a denúncia”, explicou o delegado.

O homem foi encaminhado para a DT, onde teve o mandado de prisão por abuso sexual mediante fraude cumprido, ficando à disposição do Judiciário. As adolescentes estão sendo ouvidas na unidade.

LEIA MAIS;

Bombeiros do 15° GBM resgatam cachorro que ficou com cabeça presa em portão de ferro

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.