Economia

DÓLAR – REUNIÃO DO BANCO CENTRAL PARA DEFINIÇÃO DA TAXA DE JUROS GERA EXPECTATIVA

“Os investidores estão cautelosos aguardando a definição de taxa de juros de diversos países”, explica Fernando Bergallo

Apesar da tendência de queda no médio prazo o dólar deve oscilar bastante esta semana. Hoje, a moeda americana abriu em queda e logo depois virou e passou a subir. Essa volatilidade deve continuar durante o dia.  Diversos países como Japão, EUA, Brasil e Inglaterra irão definir suas taxas de juros. Isso é fundamental para precificar a cotação. “Os investidores estão cautelosos aguardando a definição de taxa de juros de diversos países. A expectativa do mercado para a reunião do Copom de amanhã é de manutenção da taxa selic. Isso na prática significa que não deve impactar em quase nada no câmbio. Caso o banco Central subisse a taxa, teríamos uma perspectiva de melhora de rentabilidade dos investimentos do ponto de vista do investidor estrangeiro e isso atrairia capital para o Brasil e consequentemente derrubaria o valor do dólar em relação ao real”, ressalta Fernando Bergallo, Diretor de Câmbio da FB Capital.

 

Além disso, como é final de mês, existe um movimento de “queda de braço”, entre os do mercado financeiro que querem que a cotação suba e os que querem derruba-la. “O movimento especulativo tende a ser muito forte nos últimos dias do mês. O motivo é que muitos contratos são liquidados nesta data e são baseados na taxa Ptax. Para alguns é melhor que o câmbio esteja valorizado e para outros desvalorizado. Isso gera instabilidade”, finaliza.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.