Esporte

CRISE! Orçamento do Vitória terá corte de 50% em relação a 2018; entenda

A temporada desastrosa feita pelo Vitória dentro e fora de campo ainda trará péssimas consequências para o clube em 2019. Nesta quinta-feira (27), o Conselho Deliberativo do Vitória vai discutir o orçamento para 2019, e o corte será de mais de 50% em relação a 2018.

Segundo o jornalista Vitor Villar, do Correio da Bahia, a proposta ficará em torno de R$ 45 milhões, valor bruto. Com deduções, a previsão de receita líquida será de aproximadamente R$ 40 milhões.

Para ter uma noção, a previsão de receita bruta de 2018 foi de R$ 102 milhões, com R$ 94,5 milhões líquidos. O Leão repetiu neste ano o terceiro maior orçamento entre os clubes do Nordeste, patamar que detém desde 2015, quando foi ultrapassado pelo Sport.

O Bahia, com R$ 119 milhões, e o Sport, com R$ 108 milhões, tiveram orçamentos maiores que o do Vitória em 2018. Ceará, com R$ 55 milhões, e Fortaleza, na Série B, com R$ 24 milhões, fecharam o top-5 da região.

Por outro lado, o Bahia apresentou orçamento de R$ 143 milhões de receita bruta em 2019, mais que o triplo do rival. O Esquadrão manterá, assim, a liderança de arrecadação no Nordeste.

Vale lembrar que orçamentos são estimativas das receitas para 2019. Não significa que um clube terá, precisamente, essa arrecadação; pode superá-la ou frustrá-la. O Vitória, por exemplo, pôs em seu orçamento de 2018 que previa receber R$ 22 milhões com vendas de atletas, valor que acabou em torno de R$ 18 milhões.

A receita final do Leão e as dos outros clubes em 2018 serão conhecidas até abril do ano que vem, prazo limite para que as agremiações divulguem seus balanços.

O motivo para o corte brusco de mais de 50% no orçamento do Vitória é a queda para a Série B, especificamente em 2019. A partir do ano que vem, os maiores clubes do país não contarão mais com a cláusula apelidada de “colchão”. Por causa dela, as agremiações recebiam, no primeiro ano de segunda divisão, a mesma receita de televisão de que se estivessem na Série A.

O Leão cairá de uma arrecadação com TV de quase R$ 44 milhões neste ano, por estar na Série A, para R$ 7 milhões no ano que vem. Queda de quase 85% nessa fonte.

Para chegar aos R$ 45 milhões do orçamento, o Vitória projeta fazer boas campanhas na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil. O Leão tem R$ 1,9 milhão garantido pela 1ª fase do regional. A cada fase, ganha-se mais dinheiro, até R$ 1,65 milhão do campeão.

 

* As informações são do jornalista Vitor Villar, do Correio da Bahia 

SAIBA MAIS;

MERCADO DA BOLA! Bahia deve anunciar cinco reforços para temporada 2019 nos próximos dias; confira

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Bloqueador de anúncios detectado

Por favor, nos apoie desativando o seu boqueador de anúncios! Agradecemos!