ComunidadeEsporte

CAMPEONATO DO AREAL: O melhor Futebol da Várzea de Salvador

#ColunaResenhadaBola

Domingol geral! Foram três jogos com muita competitividade, muita qualidade e com torcidas organizadas apaixonadas! Mais uma vez, a comunidade fez a festa no campo do areal para prestigiar os jogos e já estamos ansiosos para mais.

Primeiramente, #Segueolider, o Boca Juniors ganhou sem grandes dificuldades, dessa vez sem a presença do Zinedine Bruno que está machucado, o time foi “curto e grosso”, muito objetivo, controlou a partida, trocou passes, e esperou a partida terminar, até poderia ter feito mais gols, enfim, vale ressaltar que no geral a equipe liderada por Thiaguinho Balada, fez um jogo discreto e eficiente. Quando falamos em regularidade, destaque mais uma vez para Júnior, que dessa vez foi a frente aproveitou a oportunidade e fez um gol de cabeça, o cara tem estrela. Já a equipe do José Rocha que atuou com alguns desfalques, ainda não se encontrou no campeonato, tenta, tenta e se contenta, infelizmente, não venceu ainda e tem muito a melhorar, segue sem vencer e com a pressão lá em cima.

Espetáculo! A cada dia mais vibrante a torcida amarela faz a festa na vitória contra o atual campeão do campeonato, o Rolo. A evolução do time é gritante, a idéia de um jogo massivo e extremamente ofensivo faz jus ao elenco, que entra fixado em vencer, destaque para Caique que infernizou a defesa adversária, se torna uma referência dentro de campo e estabeleceu os três pontos na tabela e a primeira vitória no campeonato. Em especial, a equipe do Rolo que foi a partida com muitos desfalques, não conseguiu se estabelecer na partida, segurou o quanto pode e acabou perdendo, definitivamente, não foi uma manhã muito boa para a equipe que buscará a recuperação na tabela na próxima partida.

Tabu assegurado! A leitura do primeiro tempo foi como previsto, um jogo muito equilibrado, afinal, tratava-se do Real Madrid que não perde o confronto à três anos com a vitória de ontem, contra o invicto Serra Verde. Com muita intensidade, chutes a gol e grande movimentação, a equipe madrileña chegando mais a frente, sendo mais confidente, destaque para Hebert, que estava num dia muito bom e muito preciso, algo importante no jogo, impôs uma dinâmica expressiva e objetiva, a idéia estava clara vencer o invicto Serra Verde que tinha um histórico inicial muito bom, e que não conseguiu segurar a pressão estabelecida, faltava criatividade e muita eficiência no ataque, no que resultou pela perca da partida e invencibilidade no campeonato.

Redação Maurício Catto

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios