União Notícias

‘BRT poderá ocasionar transtornos para moradores da Santa Cruz e região’, diz especialista

Especialistas e entidades da área ambiental, garantem que o projeto do BRT, poderá trazer diversos transtornos para a população do conjunto de bairros do Nordeste de Amaralina

O projeto do Bus Rapid Transit (BRT) em Salvador tem provocado polêmica, com protestos feitos por ambientalistas, urbanistas, moradores e artistas. Na manhã desta quinta-feira (14), a equipe do Portal União Notícias, esteve presente na audiência pública promovida pela a Ouvidoria da Câmara Municipal, que debateu a implantação do modal, no auditório da associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (Pituba). Que contou com a participação do Ouvidor-geral da Câmara, vereador Luiz Carlos Suíca (PT), vereadora Marta Rodrigues (PT), além do representante da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação – SECIS e membros de associações, arquitetos e urbanistas.

Conheça um pouco o projeto

O trecho de 2,9 km da primeira etapa (do Parque da Cidade até a Rodoviária) da Linha 1 do projeto faz parte de uma área da cidade por onde passam cerca de 340 mil pessoas por dia no transporte público.

 

A proposta do novo transporte inclui, ainda, mais duas etapas para o trecho da primeira linha, cujo percurso total vai da Lapa até a Rodoviária.

 

O doutor em Arquitetura e Urbanismo Daniel Caribé, falou com repórter Alexandre Almeida, sobre os impactos negativos da obra do BRT, aonde e como poderá atingir as vidas dos moradores da Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, Chapada do Rio Vermelho e Nordeste de Amaralina. “O projeto do BRT de Salvador é um tiro no pé do prefeito da cidade”, disse Daniel Caribé.

Ouça a entrevista completa:

Redação União Notícias

Foto: Alexandre Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close