Esporte

Vitória fica duas vezes na frente do placar mas cede empate jogando com o Santos no Pacaembu

O rubro-negro baiano segue invicto como visitante no Brasileiro da Série A

O Vitória conquistou um pontinho precioso no empate por 2 a 2 com o Santos, nesta segunda-feira (16), no encerramento da 28ª rodada do Brasileiro da Série A, mas deixou o Pacaembu, em São Paulo, com um sabor amargo. Não é pra menos: o rubro-negro voltou a ser um visitante incômodo, criou as melhores situações, meteu uma bola no travessão com Neílton, e cedeu o empate com um gol contra depois de estar por duas vezes na frente do marcador.

 

David e Wallace marcaram para o rubro-negro, enquanto Jean Mota e Ramon (contra) anotaram para o Santos. Foi o sétimo jogo do Vitória sob o comando de Vagner Mancini como visitante, e o segundo empate. O time vinha de cinco triunfos seguidos fora de casa. Com o resultado, o Vitória perdeu posições na tabela, caindo para a 15ª colocação, com 33 pontos. Próximo compromisso será contra o Atlético (PR), quinta-feira (19), às 20 horas de Brasília (19 horas em Salvador), no Barradão.

 

O JOGO

 

Como tem sido de praxe neste atual Brasileiro, o Vitória voltou a fazer uma boa apresentação, com marcação forte e contra-ataques rápidos. Desta forma, abriu o placar aos 22 minutos, após bola roubada na defesa e uma triangulação perfeita. Fillipe Soutto deixou David livre na área, o atacante driblou o goleiro e soltou a bomba para o gol.

 

O Vitória manteve a mesma pegada e por duas vezes esteve perto de ampliar o placar. Vanderley salvou um chute fulminante de Uillian Correia e a zaga interceptou, com David Braz, uma finalização de Yago, que passou por cima do gol. O empate foi cedido aos 35 minutos, após cruzamento de Zeca. A bola encontrou Jean Mota fechando pelo meio na área e o meia completou de cabeça.

 

Predominando no jogo, o Vitória escapou de levar o gol de desempate no início do segundo tempo, aos 6 minutos, numa cabeçada de Ricardo Oliveira. Defesa espetacular de Caíque, que foi escalado de última hora, após Fernando Miguel sentir um desconforto no pé durante o aquecimento.

Melhor em campo, o Vitória carimbou o travessão com Neílton, e Vanderley ainda fez outra sensacional defesa num chute de Wallace. Aos 19 minutos, o zagueiro foi premiado, marcando seu primeiro gol em sua segunda passagem pelo clube. O capitão acertou uma bonita cabeçada com o cruzamento de Neílton, aos 19 minutos.

 

A vantagem, porém, durou pouco minutos. Aos 24, Ramon foi infeliz numa bola cruzada na área, e cabeceou contra seu próprio gol. O time rubro-negro ainda seguiu buscando o terceiro gol, que não saiu e o jogo terminou empatado.

 

Um time que demonstrou do que é capaz, com raça, técnica e coletividade.

Uma partida em alto nível. Um resultado que se tivesse sido fiel ao que se viu em campo, teria sido outro.

 

Bola pra a frente.

 

FICHA TÉCNICA

 

Santos 2 x 2 Vitória (Série A / 28ª rodada)

Local: Pacaembu, em São Paulo

Árbitro: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Helton Nunes, trio de Santa Catarina

Cartões amarelos:  Yago, Carlos Eduardo, Caique Sá, Wallace (Vitória), David Braz e Alison (Santos)

Gols: David e Wallace para o Vitória, Jean Mota e Ramon para o Santos

 

Santos: Vanderley; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus (Vechio) e Lucas Lima; Copete (Serginho), Jean Mota (Lucas Crispim) e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

 

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago (Patric) e Neilton (Carlos Eduardo); David (Danilinho)e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Fonte Vitória Oficial

Foto: Site do Santos FC

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.