Politica

URGENTE! Rodrigo Janot afirma que foi armado ao STF para matar Gilmar Mendes

O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concedeu uma entrevista polêmica à Veja. O ex-chefe do Ministério Público Federal afirmou que tinha um plano para matar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

Janot afirmou que mataria Gilmar no dia 11 de maio de 2017. “Tirei, engatilhei e fui para cima dele”, disse. “Ia dar um tiro na cara dele e depois me suicidar”, acrescentou. O motivo do plano seria a exposição que Gilmar Mendes teria promovido contra a filha de Janot, que estaria a serviço de advocacia a empreiteiras investigadas na Lava Jato. A exposição seria um revide ao fato de Janot ter pedido para que Gilmar Mendes não atuasse em um processo contra Eike Batista na Lava Jato, já que Guiomar Mendes, esposa do ministro, trabalhava para a defesa de Eike. Janot e Mendes trocaram farpas durante muito tempo acerca da Lava Jato. Até hoje, Gilmer é um dos grandes críticos à operação.

Entretanto, o ex-PGR afirmou que ficou com o dedo paralisado e não conseguiu executar o plano.

As declarações de Janot geraram reações efusivas de procuradores. “Surpreso! Chocado com a conduta. Lamentável! Reprovável!”, afirmou um sub-procurador à BBC News.

“Uma exposição indevida do MPF nesse momento. Estamos todos estarrecidos. As expressões (nos grupos de procuradores) vão de insensatez à ingratidão passando por desconsideração pelos ex-colegas e pelo MPF”, disse outro procurador, segundo o Metro1.

A Informação é do Metro1

LEIA MAIS;

Definidos os grupos da Copa do Nordeste 2020; confira chaveamento

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.