Notícias

Terceirizado é afastado da Transalvador por esquema que causou prejuízo de R$ 84 mil

Um esquema responsável pela exclusão irregular de multas do sistema da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) foi interrompido nesta segunda-feira, 2. A ação representa a segunda fase da Operação Freio de Arrumação, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco).

Um funcionário terceirizado da autarquia, que não teve a identidade revelada, foi o principal alvo da operação. “Em três meses foram identificados 444 extrações de autos de infração, causando um prejuízo aos cofres públicos no patamar de aproximadamente R$ 84 mil”, disse a promotora Ana Emanuela Cordeiro, em coletiva nesta manhã, na sede do MP, no bairro de Nazaré.

O valor cobrado por cada exclusão de multa não foi informado. Conforme as investigações, que seguem em andamento, o funcionário apagava todos os vestígios do sistema, o que dificultou o aprofundamento dos detalhes da prática delituosa.

>> Operação apura exclusão de multas e desvio de conduta de terceirizados da Transalvador

A irregularidade foi descoberta por meio de denúncia feita à Transalvador, que acionou o MP. “Este funcionário está afastado e serão tomadas as medidas cabíveis. No caso dele, por ser terceirado será pedido o desligamento dele do quadro de terceirizados”, explicou o superintendente Fabrizzio Muller.

Os mandados foram cumpridos no Vale dos Barris e em Narandiba, sendo apreendidos documentos, equipamentos eletrônicos, celulares, computadores, apontamentos e bens de valor associados às práticas criminosas.

Freio de Arrumação

A Operação foi deflagrada inicialmente em 12 de setembro deste ano, a Operação Freio de Arrumação já havia cumprido 11 mandados de busca e apreensão e dois mandados de exibição de documentos públicos no Detran e Transalvador, na capital baiana. O mandados desta manhã foram cumpridos com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As informações são do Jornal A Tarde

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.