BahiaSalvador

Tarifas do pedágio na BA-099 serão reajustadas; veja valores

Novas taxas começam a valer na terça-feira (5).

As tarifas básicas do pedágio da BA-099, em Camaçari, vão ser reajustadas a partir da terça-feira (5). Segundo a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), a resolução número 59 estabelece o aumento de 2,44%, correspondente a readequação tarifária anual, prevista no contrato de concessão.

A rodovia é administrada pela concessionária Litoral Norte (CLN). A mudança de valores, informou a Agerba, foi readequada com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para cada categoria de veículo.

Na praça de pedágio da BA-099, operada pela CLN, a tarifa aplicada para automóveis, caminhonetes e furgão passa a ser de R$ 7,20 em dias úteis e de R$ 10,80 aos finais de semana e feriados. Outras categorias de veículos, a exemplo de caminhões, ônibus e motocicletas também passarão por readequação tarifária. 

BA-099

O trecho administrado pela CLN tem 217 km de extensão, do Km 7,5 (ponte do Rio Joanes), divisa entre os municípios de Lauro de Freitas e Camaçari, até Jandaíra, na divisa com Sergipe. Além dessa área, os acessos às localidades de Arembepe, Praia do Forte, Porto de Sauípe, Baixios/Palame, Subaúma e Conde também são administrados pela concessionária.

Parte do contrato de concessão, a CLN oferece serviços de apoio e inspeção do trecho, atendimento a usuários em caso de emergências médicas e mecânicas iniciais. A concessionária é responsável ainda por manter a boa trafegabilidade da estrada concedida, com a realização de serviços de manutenção e conservação da rodovia.

Tabela de valores

 

Tarifas atuais

Novas tarifas

As informações é do portal G1 Bahia

LEIA MAIS;

Já está valendo novo valor do salário mínimo e aposentadorias de 2021

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.