Mundo

Prédio residencial de 12 andares desaba na Flórida

Um prédio de 12 andares de frente para o mar desabou parcialmente na Flórida, nesta quinta-feira, 24. Uma grande operação de resgate está sendo realizada em busca de sobreviventes.

Imagens de vídeo mostravam uma parte significativa do prédio, na cidade de Surfside, ao norte de Miami Beach, reduzida a escombros e com o interior dos apartamentos à vista.

“Meu chefe de polícia me disse que pelo menos duas pessoas foram transportadas para o hospital esta manhã, e uma morreu. Atendemos dez pessoas no local”, disse o prefeito de Surfside, Charles Burkett, à emissora NBC.

Ainda não estava claro quantas pessoas moravam no prédio, ou quantas estavam nele no momento do incidente. Alguns conseguiram sair sozinhos pelas escadas, enquanto outros tiveram de ser resgatados pela varanda.

Burkett disse que cães farejadores participam da busca. Até o momento, nenhum sobrevivente foi encontrado.

“Aparentemente, quando o prédio desabou, caiu sobre si mesmo, de modo que não se encontram buracos, nem se vê, de fora, muitos espaços vazios”, explicou o prefeito, acrescentando que ainda não se sabe a causa do desabamento. “É como se uma bomba tivesse explodido, mas temos certeza de que uma bomba não explodiu, então é outra coisa”, afirmou.

Santo Mejil, um morador da região, disse que sua esposa, uma cuidadora, estava no prédio quando ele desabou. “Ela disse que ouviu uma forte explosão. Parecia um terremoto”, contou ele ao jornal Miami Herald, soluçando, no momento em que sua mulher voltou a ligar para dizer que estava sendo retirada do local.

A polícia de Miami Beach disse estar “ajudando a cidade de Surfside no colapso parcial de um prédio”. “Vários policiais e bombeiros de Miami-Dade estão participando”, informou.

Segundo a imprensa local, o prédio foi construído em 1981 e tinha 130 unidades

As informações são do A Tarde Online

LEIA MAIS;

Bahia recebe o Athletico-PR nesta quarta-feira (24)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.