DiversãoSalvador

Parque da Cidade reúne mais de 30 atividades durante a Virada Sustentável

Rate this post

Do Centro Histórico ao Subúrbio, de Itapuã a Cajazeiras, da Cidade Baixa ao Parque da Cidade, a Virada Sustentável irá, de fato, ocupar Salvador. E o parque funcionará como um grande centro aglutinador durante todo o fim de semana (dias 01 e 02), quando irá reunir mais de 30 atividades, com uma programação inteiramente gratuita e para toda a família.

“O Parque da Cidade é um dos principais parceiros da Virada. É um ótimo espaço, bastante arborizado, com reserva de Mata Atlântica e restinga, e tem uma localização central. Então, irá abrigar diversas ações, para todos os públicos, e isso graças à parceria com a Prefeitura de Salvador, que nos cedeu toda estrutura e viabilizou o espaço”, pontuou o condutor do Salvador Meu Amor e coordenador da Virada Sustentável Salvador 2018, Maurício Galvão.

“É muito importante essa conexão entre Poder Público, iniciativa privada e a sociedade civil organizada; todo mundo, de alguma forma, pensando num movimento pela sustentabilidade e conectado com o movimento global, que são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Então, tudo isso mobiliza a sociedade para Salvador avançar nessa agenda e a nossa expectativa é a melhor possível”, endossou o secretário municipal de Cidade Sustentável e Inovação (Secis), André Fraga, que irá participar de uma roda de conversa sobre hortas urbanas e lançar o Guia para Implantação e Gestão de Hortas Escolares e Urbanas, em eventos no próprio parque.

Música, saúde, meio ambiente – O Anfiteatro Dorival Caymmi irá receber os principais shows da Virada, reunindo seis atrações: Larrisa Luz, Pedro Pondé, ÀTTØØXXÁ, Tássia Reis, OQuadro e Zuhri. Aproveitando a área verde do parque, será montado um Espaço Zen Natturalis com atividades de meditação e yoga, aulas de biodança e Tai Chi Chuan, doação de Reiki, oficina de tambor reciclado, roda de conversa sobre alimentação ayurvédica e Círculo Feminino de Cura – Sagrado Feminino. Também haverá uma roda de capoeira com Mestre Balão (CTE – Capoeiragem), em homenagem a Mestre Moa do Katendê.

Apostando na promoção do desenvolvimento sustentável por meio da educação ambiental, será montada uma instalação interativa de Meliponicultura – atividade de criação de abelhas sem ferrão -, trabalhando conceitos de biodiversidade, conhecimento tradicional, empreendedorismo e sustentabilidade. A proposta é apresentar o rico universo das abelhas que, para além da produção de mel, são “prestadoras de serviço ambiental” com a polinização, contribuindo para a manutenção dos ecossistemas naturais e agrícolas e, consequentemente, na produção de alimentos – estima-se que 1/3 da alimentação humana dependa, direta ou indiretamente, da polinização por abelhas.

A programação do Laboratório Vivente das Abelhas – Doce SSA inclui oficinas de Meliponicultura com degustação do mel extraído diretamente das colmeias, experiências “ecogastronômicas”, palestras, exposição e teatro de fantoches. “O Projeto Doce SSA busca o viés da sustentabilidade além do ambiente, enxergando o propósito cidadão da arquitetura para todos”, afirmou o idealizador do projeto, George Almeida.

O projeto itinerante Arte Consemente irá aportar por lá com sua “carretinha” itinerante, trazendo apresentações artísticas, espetáculos infantis, contação de estórias, jogos e brincadeiras, e um brechó do desapego. Para a criançada, o espaço Livres Livros irá receber o projeto Infância Livre, com oficinas de Bonecas Abayomi e brinquedos sustentáveis, musicalização infantil com instrumentos reciclados, oficina performática de bolhas de sabão gigantes, dança materna com bebês, roda de conversa sobre nascimento e uma vivência brincante com o Grupo Infância Currupiu.

Opções não irão faltar na Feira da Sé, com arte, gastronomia, moda e artesanato; e no Festival Unifacs de Sustentabilidade, Cultura e Arte (FUSCA), com empreendedores de economia criativa e uma programação que inclui atividades esportivas, exposições, rodas de conversa, atendimento em fisioterapia, apresentações artísticas e de Acroyoga. Também será montada uma tenda, da Fundação Verde Herbert Daniel, com distribuição de mudas e bate-papo sobre hortas urbanas.

O parque ainda irá receber uma ação de ativação da Braskem sobre economia circular, reciclagem e o correto descarte de resíduos, com uma grande máquina onde crianças e adultos são içados para pegar, entre dezenas de bolas, aquelas que representam o plástico, o papel, o metal, o vidro e materiais não recicláveis, com o objetivo de colocá-las no lixo correto em um tempo pré-determinado. “A Braskem apoia a Virada Sustentável desde o primeiro ano. Acreditamos na força do projeto em reunir conteúdo e ações pela cidade, abertas para a população. A Braskem está globalmente comprometida em trabalhar ações que desenvolvam a economia circular e queremos incentivar o olhar do cidadão para pequenas atitudes do dia a dia que podem impactar muito positivamente o desenvolvimento sustentável da cidade”, ressaltou a gerente de Marketing Institucional da Braskem, Ana Laura Sivieri.

Já na sexta-feira (30), o auditório do Parque Social será sede do Sarau Comunidade Empreende, com apresentações de balé, capoeira e kickboxing, música, fanfarra e declamação de poesias com integrantes do Programa Comunidade Empreende, do Nordeste de Amaralina. No dia anterior, neste mesmo auditório, acontece o evento de encerramento do 1º Ciclo do Projeto Agente Multiplicador de Educação Ambiental, com apresentação musical e um bate-papo sobre “Salvador Sustentável, a Cidade que Queremos”, com a Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis).

Programação:

– Dia 29: encerramento do 1º Ciclo do Projeto Agente Multiplicador de Educação Ambiental, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

– Dia 30: Sarau Comunidade Empreende, das 9h às 12h.

– Dia 1º: shows de Pedro Pondé, Tássia Reis e Zuhri + Feira da Sé, FUSCA, Espaço Zen, Roda de Capoeira em homenagem a Mestre Moa do Katendê, Infância Livre, Arte Consemente, Laboratório Vivente das Abelhas – Doce SSA, distribuição de mudas, palestras, oficinas, atividades esportivas e recreativas. Das 9h às 17h.

– Dia 02: shows de Larissa Luz, ÀTTØØXXÁ e OQuadro + Feira da Sé, FUSCA, Espaço Zen, Roda de Capoeira em homenagem a Mestre Moa do Katendê, Infância Livre, Arte Consemente, Laboratório Vivente das Abelhas – Doce SSA, distribuição de mudas, palestras, oficinas, atividades esportivas e recreativas, das 9h às 17h.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Bloqueador de anúncios detectado

Por favor, nos apoie desativando o seu boqueador de anúncios! Agradecemos!