Politica

“Para ter um impacto maior, as medidas restritivas devem ser em Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, Nordeste e Chapada do Rio Vermelho” frisa Suíca

O bairro da Santa Cruz, onde os casos de Covid-19 dispararam nos últimos dias, terá medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida no combate ao coronavírus a partir desta quinta-feira (18), pelo prazo inicial de sete dias. O anúncio foi feito nesta terça-feira (16) pelo prefeito ACM Neto.
O vereador Luiz Carlos Suíca (PT), realizou uma live na sua rede social (Instagram), na noite desta terça-feira (16), e defendeu medidas firmes para prevenir a difusão do vírus na comunidade.
“Até o momento não tem a vacina do Covid-19, o único remédio tem sido o isolamento social, é ficar em casa. Eu como conhecedor da região, acredito que a restrição em Santa Cruz e região, tenha mais efeito, não adianta regionalizar somente um bairro, sendo que Nordeste, Vale das pedrinhas, regiões próximas não tenha”.
O edil petista ainda chama atenção dos moradores a obedecerem para que o vírus pare de se espalhar, é tudo voltar ao normal o mais rápido possível.
“Quero chamar atenção dos moradores, não somente de Santa Cruz, mas também do complexo do Nordeste de Amarlina, vamos ficar em casa, observar os decretos, isso tudo vai passar, mas somente com a colaboração um dos outros”, disse.
O momento requer, além de medidas especiais e emergentes, muita reflexão, pois o número de infectados está em crescimento em todo complexo do Nordeste de Amarlina. As medidas restritivas são acertadas”, pontuou Suíca. “É uma guerra contra um inimigo invisível, que podemos ganhar apenas com cuidados, estratégias e seguindo as recomendações de saúde”, completou.

LEIA MAIS;

Santa Cruz adota medida restritivas a partir desta quinta-feira

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.