Politica

Juíza manda Frota tirar do ar vídeo em que faz acusação a petista

A juíza Jane Franco Martins, da 40ª Vara Cível de São Paulo, concedeu decisão favorável ao vereador Gerson Florindo (PT-SP), de Ubatuba (SP), em processo envolvendo o deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP).

Em um vídeo publicado nas redes sociais, antes do segundo turno das eleições deste ano, o ex-ator acusa o vereador de ter se disfarçado de apoiador de Bolsonaro para realizar uma suposta ameaça à Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

No vídeo, intitulado “A maracutaia do PT e do Haddad não funcionou”, um militante vestido com a camiseta de Bolsonaro ataca a instituição religiosa, durante um encontro de Fernando Haddad (PT) com bispos, em Brasília (DF).

Gerson Florindo não é a pessoa que aparece no vídeo e, de acordo com determinação da juíza, Frota terá de retirar as imagens do ar. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, ele tem até 48h, depois de notificado, para cumprir a decisão, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil.

O deputado eleito informou, por meio de seu advogado, que ainda não recebeu a notificação.

Fonte: Radar Bahia 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.