Politica

Fábio Mota vai à Câmara de Salvador explicar projeto FMMU enviado da prefeitura

O secretario de Mobilidade Urbana de Salvador, Fábio Mota, apresentou na tarde desta segunda-feira (3), no Salão Nobre da Câmara Municipal, a proposta de instituição do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana (FMMU – PL nº 309/18), enviada pelo Executivo com pedido de tramitação em regime de urgência, para ser votada ainda este ano. Em reunião com a participação dos vereadores de situação e oposição. O secretário Fábio Mota respondeu todos os questionamentos dos parlamentares presentes e deixou claro que o FMMU não é exclusivo para a área de transporte. “É um Fundo garantidor e que tem como foco toda a área de mobilidade, é preciso que isso fique bem claro. Ele pode ser utilizado, por exemplo, como garantia pelas concessionárias para renovação da frota de ônibus de Salvador”, ressalta Mota.

O vereador Hélio Ferreira (PCdoB), presidente da Comissão de Transporte da Câmara, é o autor do projeto de indicação, do Fundo de Mobilidade Urbana (FMMU – PL nº 309/18).

“Além das questões de mobilidade, a gente necessita também que o fundo tenha um cunho social. A gente precisa ter a clareza, como esse fundo vai fazer pelas as pessoas, que não tem uma minima condição de pagar a tarifa de ônibus; os desempregados, estudantes de escolas públicas e os idosos”, frisou o vereador Hélio Ferreira.

O vereador Luiz Carlos Suíca (PT), questionou a lógica da aplicação do fundo. “Qual é a lógica mesmo do fundo? é preciso que se explique melhor a sociedade, que isso leve seis meses ou que leve um tempo, mas que só venha aplicar no ano que vêm, é o que eu defendo. Lógico que eu sei da transparência de Fábio Mota, mas a gente defende que a sociedade precisa entender melhor, sobre Fundo Municipal de Mobilidade Urbana, até porque é uma pauta polêmica “, disse Suíca.

Redação União Notícias 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios