Bahia

Chineses não aparecem para assinar contrato da ponte Salvador-Itaparica

O vice-governador da Bahia, João Leão, revelou que o consórcio chinês, formado pela China Railway 20 Bureau Group Corporation (CR20) e pela China Communications Construction (CCCC), não apareceu na segunda-feira (3) para assinar contrato com o governo do Estado para a construção e gestão da ponte que ligará Salvador e Ilha de Itaparica.

O motivo seria a epidemia do coronavírus que assola a China. Conforme ainda a coluna, não é bem que os chineses corram o risco de trazer o vírus para cá, mas o problema é o baque que isso está causando na economia lá.

O consórcio apresentou lance de R$ 56,21 milhões ao ano como contraproposta a ser paga pelo governo da Bahia para complementar o arrecadado com pedágio da ponte, que vai cruzar a baía de Todos-os-Santos.

LEIA MAIS;

Salvador: cidade tem a 2ª maior alta no preço da cesta básica entre as capitais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.