Bahia

Atakarejo! Suspeitos são presos durante operação no Nordeste de Amaralina

Além das ordens de prisão, mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em residências e no supermercado, durante a operação

Um segurança do Atakarejo e três  suspeitos foram capturados pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (10), no Nordeste de Amaralina. A entidade afirmou que além das ordens de prisão, mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em residências e no supermercado, durante a operação.

A força-tarefa é referente aos assassinatos de Bruno Barros, de 19 anos, e seu tio, Yan Barros, de 29, encontrados mortos em 26 de abril, com sinais de tortura. Horas antes, eles foram pegos por seguranças do supermercado Atakadão Atakarejo, acusados de furtar carne np estabelecimento. A família acredita que eles foram entregues pelos funcionários do mercado a traficantes do bairro, que os teriam assassinado.

As prisões acontecem após o Ministério Público da Bahia (MP-BA) receber, na última sexta-feira (7), pedidos de medidas cautelares, provenientes do inquérito policial. Segundo a delegada responsável pela investigação do caso, Zaira Pimentel, provas estão sendo colhidas através dos computadores, documentos e outros eletrônicos. As ações ocorrem simultaneamente nos bairros de Nordeste de Amaralina, Mata Escura, Fazenda Coutos e no município de Conceição de Jacuípe.

Participam da operação equipes dos Departamentos de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Inteligência Policial (DIP), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), de Polícia Metropolitana (Depom), além da Coordenação de Operações da Polícia Civil, da Coordenações de Operações Especiais (COE), do Graer da Rondesp Atlântico, 40a CIPM, SI da SSP e DPT.

 

LEIA MAIS;

Por direitos trabalhistas, rodoviários da CSN fazem novo protesto nesta segunda

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.