Politica

Afirma Prates: Desenvolvimento econômico e justiça social são as marcas do governo ACM Neto

Fala Prates: Acho que o DEM e a gestão do prefeito ACM Neto têm mostrado que é possível conciliar justiça social e desenvolvimento econômico

Em discurso na “Super Terça” da Câmara Municipal, Prates defendeu que, no atual cenário político o Democratas será um partido de centro-esquerda até as eleições de 2018, pregando a fusão com o Partido Socialista Brasileiro – PSB abrigando assim deputados da legenda socialista.

Se a oposição no Município prega desafios de uma nova política, e novo Estado, porque não abraçar esta nova frente de centro-esquerda? “Sempre defendi e sempre disse que me considero um homem de centro. Acho que o DEM e a gestão do prefeito ACM Neto têm mostrado que é possível conciliar justiça social e desenvolvimento econômico, porque as dicotomias entre direita e esquerda no mundo se baseia, a grosso modo, a um lado que privilegia o desenvolvimento econômico, e o outro lado que privilegia o desenvolvimento econômico. ACM Neto, na nossa opinião, tem mostrado que é possível conciliar justiça social e desenvolvimento econômico. Nós defendemos que o DEM vá para centro-esquerda para privilegiar ainda mais tanto no desenvolvimento econômico quanto na justiça social para os mais pobres no nosso país, na cidade e no Estado”, defende Prates.

Questionado sobre o relacionamento com o PSB, o presidente da Casa aponta estar torcendo e acompanhando a possibilidade de novas filiações, especialmente “deputados federais, mas com ligações históricas com a esquerda. Eu acho que isso é positivo para o Democratas, é positivo para o país e o que nós vamos estabelecer para o Democratas é esse debate interno que nós vemos existindo desde o início. Eu e o prefeito ACM Neto defendemos desde o primeiro momento as cotas raciais, enquanto que uma ala do partido era contra, porque isso engrandece a democracia”.

O democrata defende que o partido deve ir além do posicionamento de centro-esquerda, pregando por uma sociedade justa socialmente e desenvolvida economicamente e aponta que haverá avanços ainda maiores. “Acredito que esse momento do Democratas será um momento muito mais rico. Eu acredito que será um momento plural e não convergente. Eu acho que nós teremos a formação de pensamentos ideológicos divergentes em algumas questões dentro do partido, mas isso é salutar para o partido. Eu não defendo a mudança de nome, eu acho Democratas um belíssimo nome. Eu acho que a defesa primeira do partido é a defesa da democracia, mas acredito que a gente tem que fazer uma rediscussão e acho que o partido está fazendo nacionalmente uma discussão estatutária”, finaliza.

Fonte Axé Notícias

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios