Famosos

Igor Kannário é condenado a pagar R$ 1 milhão por quebra de contrato

Produtora do cantor afirma que não recebeu repasse de valores arrecadados em shows

A Justiça condenou o cantor Igor Kannário a pagar R$ 1 milhão à antiga produtora do artista por quebra de contrato. Segundo o processo judicial, a empresa Show Mic Produções e Eventos LTDA alega que não recebeu os repasses de todos os valores que lhe caberiam com a realização dos shows.

A previsão era receber até 40% sobre o valor bruto de cada evento, abatidas as despesas de transporte e produção. Segundo a empresa, no entanto, foram 39 shows sem repasses de lucro. O cantor ainda terá que pagar os honorários dos advogados da produtora, no valor de R$ 20 mil. A ação foi movida em 2016 pela empresa e a decisão foi divulgada na última quinta-feira (29).

No depoimento, o artista afirma que rompeu o contrato em 2012 e passou a fazer carreira solo porque as cláusulas contratuais eram abusivas, assim como a sua antiga empresa não prestava contas dos valores envolvidos nos shows. “Os sócios não prestavam contas ao autor [Kannário] dos valores recebidos pelos shows realizados, das despesas para as apresentações, dos valores relativos à multa, recebidos pela Showmix, quando os shows eram cancelados por quem os contratou”, diz no documento.

Segundo o relato do cantor, ele ainda foi “compelido” a assinar o contrato com a Show Mix Produções, em 2014, pois estava em situação difícil, devido à conduta da Show Mix Produções que “macularam o nome do artista, o que inviabilizou sua contratação para shows”.

Não há evidência, no entanto, de que a produtora tenha impossibilitado a contratação do artista por outras pessoas, sem a intermediação da empresa.

A reportagem solicitou nota sobre a sentença para a assessoria do cantor, que informou ainda não ter um posicionamento porque não está ciente ainda da finalização do processo.

LEIA MAIS;

Davi escapa do quarto Paredão e Michel é eliminado com 70,33%

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlocker Detectado

Por favor desative seu Ad Blocker ou nos adicione como exceção.