Famosos

Familiares e fãs de MC Kevin se despedem do cantor em velório

Acontece na manhã desta terça-feira, 18, o velório do funkeiro MC Kevin, de 23 anos de idade, na quadra da escola de samba paulistana Unidos de Vila Maria, que fica no bairro Parque Novo Mundo, na zona norte de São Paulo. Na porta do local, uma multidão de aglomerou, mesmo em meio à pandemia da Covid-19.

Durante a madrugada já tinham sido divulgados vídeos no Instagram do perfil Sobre Funk, que mostrava a quadra com grades de proteção, cadeiras e coroas de flores em homenagem a Kevin. A cerimônia, que tem previsão de durar até 8h da manhã e é aberta ao público, recebeu o corpo do cantor pouco antes das 3h.

As homenagens a MC Kevin começaram durante a noite, entre a Vila Ede e a Vila Medeiros, também na zona norte da capital paulista, com direito a fogos, aglomeração e congestionamento nas regiões.

Na tarde de segunda-feira, 17, Valquíria Nascimento, mãe do cantor, compartilhou em seu Instagram informações sobre o velório do filho. Segundo a imagem postada por ela, uma arte gráfica com o rosto do cantor e informações sobre a despedida,  o velório será aberto ao público, das 4h às 8h.

“É com muita dor no coração que chegamos ao fim. Vamos nos despedir de você, meu filho. Estou sem chão”, disse Valquíria no post. Bastante abalada, ela esteve mais cedo no Instituto Médico-Legal (IML) do Rio, no centro da cidade, para os trâmites de liberação do corpo do rapaz.

O caso

Kevin caiu do quinto andar de um hotel onde estava hospedado na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na noite do domingo, 16. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e foi levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos.

A morte é investigada pela 16ª Delegacia de Policia do Rio na Barra da Tijuca. Amigos do funkeiro e a viúva, a advogada Deolane Bezerra, prestaram depoimentos na tarde desta segunda-feira, 17.

MC Kevin era acompanhado por quase 9 milhões de pessoas no Instagram, fora os 535 mil inscritos de seu canal no YouTube. Na plataforma, o funkeiro já tinha 15 clipes acima de 1 milhão de visualizações cada, incluindo os hits “Terapia” e “Piscina de Diamante”. No Spotify, o funkeiro contava com quase 2 milhões de ouvintes mensais.

LEIA MAIS;

Bruno Covas escreveu carta dois dias antes de morrer: “tragédia sem precedentes”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, precisamos de anúncios para que possamos continuar te mostrando informações de credibilidade. Recomendamos que você desative o Adblock.