Fenafisco: nenhuma reforma na Previdência será popular e efetiva enquanto não reparar os erros na receita

Entidade defende fim de benefícios ficais com o dinheiro da Previdência durante encontro com lideranças no Congresso nesta terça-feira

A Fenafisco (Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital) esteve na mobilização contra a reforma da Previdência que deu início ao trabalho legislativo nesta terça-feira. Durante a audiência pública da CPI da Previdência no Senado, a entidade defendeu que um dos maiores problemas da Previdência Social são as falhas no tratamento de sua receita. Série de vantagens fiscais com a verba destinada à área pode causar mais danos à saúde financeira do sistema do que os direitos concedidos aos trabalhadores.

“A atual proposta da reforma na Previdência não é popular, nem efetiva, porque não resolve um dos problemas centrais: as vantagens fiscais. Enquanto esta parte não for atingida, não teremos uma mudança que realmente melhore o sistema. Antes de cortar direitos, é preciso rever o tratamento dado a receita”, afirma o diretor da Fenafisco para Aposentados e Pensionistas, Celso Malhani.

Outras questões acerca de previdência foram abordadas durante a reunião, como o aumento contínuo das renúncias fiscais, que já representam 4% do Produto Interno Bruto, e a importância da destinação da verba da previdência social para as cidades.

Foto Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Por favor, para continuarmos produzindo conteúdo de qualidade, precisamos que você desative o adblock quando acessar nosso site.